4.12.07

Ursos e borboletas / Bears and butterflies

A minha vida tem realmente andado uma embrulhada terrível... e o pior é que não vejo maneira de isto melhorar. Ultimamente, se quero fazer alguma coisa, tenho de ir até ao café que fica no prédio em frente e levar o trabalho. Em casa não tenho tranquilidade para nada.
Por tudo isso, não tenho feito grande coisa. Tantos projectos e ideias na cabeça, tanto trapilho, linhas e lãs a ocuparem espaço e a pedirem que se faça algo com eles... e nada, ou quase.
Como dizem as minhas amigas do outro lado do mar, "Life is a b...each!".
A parte boa é que nunca fui pessoa para desistir de nada, e tenho sempre uma gargalhada pronta, ainda que seja para rir de mim própria.
Deus não nos dá mais do que aquilo que conseguimos suportar, portanto, tenho esperança de que hei-de ultrapassar o que me está a acontecer, e tenho a noção de que ainda virão fases muito piores. Preciso de encontar alguma paz interior para ter forças para suportar tudo, e talvez "blogar" seja um bom exercício de exorcismo. Quem sabe?
Bom, como já há muito tempo não actualizo o blog em termos de trabalhos acabados, vamos a isto. Não é muito: 2 cestos e 2 tapetes.
Deixo para outro dia os últimos trabalhos, a saber, 2 cachecóis, um para mim (acabado) e outro para a minha sobrinha mais nova, futura médica a estudar em Coimbra, onde eu também estudei.
Este cachecol não vai ainda a meio, mas tem a particularidade de ser feito num tear manual, dos vários que comprei no Ebay.
My life has really been a big mess... and the worst part of this is that I can't see a rainbow anywhere. Lately, whenever I want something done, I have to take my work to the café nearby and move fingers while sipping coffee. At home there's not enough peace to work.
Therefore, I haven't done much these days. So many projects and ideas in my head, so many rags, thread and wool taking up too much room and asking to be shaped, and all I do is working by snatches, a few stitches at a time.
As my friends overseas use to say "Life's a b...each!".
The good part is that I've always been a survivor, tenaciously persevering in what I believe or want, and always willing to laugh, even if the subject of the big laugh is my old self.
God doesn't give us more than we can bear, and my belief is all this shall pass, though I know much worse stages will come. All I need is to find some inner peace, which will help me endure what I might have to overtake. Maybe, just maybe, blogging is a good way to exorcize my sadness. Who knows?
Well, this blog hasn't been updated for a long time, concerning finished work. So, let's do it. Not much, unfortunately: a couple baskets, a couple rugs.
I'll leave the latest work for another day, and this consists of only two scarves, one for me (finished) and one for my youngest niece, a doctor to be, now studying in Coimbra, a beautiful town with a very old university, where I graduated many years ago.
This scarf is only half done, but it's special, 'cause it's my first work on a lap loom, one of the many that I bought on Ebay.
Este foi o acabamento que dei ao cesto. Considerando que não gosto lá muito de coser, foi um bom esforço ter conseguido acabar o ursinho.
This was my finishing for the basket. Considering that sewing is definitely not my favorite task, the fact that I've finished this lil' bear may be seen as a good effort.
Pormenor do trapilho. Desculpem a focagem; a minha máquina não é grande coisa para fotos de macro.
Excuse the detail of the rag, my camera isn't good at macro.

Cesto um pouco diferente na forma de fazer o fundo, mais perfeito.
This basket was made using another technique for the base, which turned out much more effective.

Fiz uma fita no tricotin e juntei um par de flores feitas num "tear de pregos" próprio para fazer flores de vários tipos.
Made the bow on my old knitting spool and added two flowers made on the flower loom.
Pormenor do trapilho. Lindo, não é?
Just another "detail" photo. Nevertheless, the rag is a pretty one, don't you think?

Este já tem uma casa nova. Não ficou tão desigual com parece na foto, que foi tirada de um ângulo esquisito, mas tenho de limar umas arestas quando transponho o desenho para a outra asa. Não é fácil, a não ser que pusesse uma do direito, outra do avesso, porque tenho de começar a segunda do lado contrário, o que vai alterar substancialmente o aspecto da asa. A trabalhar...
Fiz outro tapete nas mesmas cores, que foi fazer companhia a este, mas vou deixar para outro posting, já que ainda não passei a foto para o computador.
This rug has already found a new home. The wings aren't really so different from each other as the photo shows. The problem was that I took it from a weird angle, due to lack of space and light. But... this pattern needs some more work. Unless I join the wings one from the good side and the other from the wrong side, they'll never look exactly equal, 'cause one of them will always have to begin from the opposite side. Geez, am I making any sense? However, this still needs some maths work, and I've never been good at it.
The other rug was made in the same colors and is keeping company to the butterfly, but I'll leave it for next posting, since I haven't the photo in my puter yet.